07 setembro 2004

Homem algum é uma ilha

Este livro junto com o "Novas sementes de contemplação" são considerados os dois mais importantes livros de espiritualidade de Merton e portanto são habitualmente incluídos como os favoritos dos seus leitores.

De certa forma, como o próprio Merton explica no prefácio de "Novas sementes...", o livro é em boa medida uma continuação do "Homem algum é uma ilha" .  
Você pode comprar um exemplar usado deste livro clicando aqui.

Já foram publicadas 80 Reflexões no blog:

A diferença
A fonte da alegria
A ilusão do barulho
A paz consigo mesmo
A simples e reta intenção
Atmosfera de oração e de silêncio - Sábado Santo 2016
A vida é imperfeita
A vida em si é imperfeita
A vida tem um sentido
A Vontade de Deus
Aceitar-nos como somos 
As coisas como elas são 
Admiração por meus atos

Amar num nível mais alto
Amizade
Aprender a perdoar 
Atividade e descanso
Busca e encontro
Casamento: sinal do amor divino
Como nos dirigimos a Deus?
Da bondade
Despojamento da vontade e renúncia 
Deus e nosso sacrifício
Deus em nós
Devolver quatro vezes mais
Disciplina: liberdade espiritual
Em busca de paz
Em silêncio, com Deus
Equilíbrio, ordem, ritmo e harmonia
Esperança e caridade
Essa única coisa necessária
Eu te ordeno, levanta-te!
Exigências do amor
Experimentar a pobreza alheia
Felicidade
Honrar com lábios e coração
Integração ao mistério de Cristo
Ir ao encontro do Senhor - Semana Santa 2106 - Domingo de Ramos
Liberdade e esperança

Liberdade em plenitude
Liberdade ou cegueira?
Minha alegria na Sua glória 
Misericórdia 
Na serenidade do nosso próprio ser
Nossas livres escolhas
Não aprisione o espírito
No limiar do desespero  
Nunca nos será recusado
O amor escondido no outro
O barulho que embaralha
O bom uso da inteligência 
O princípio de nossos atos 
O sentido real da vontade de Deus
O silêncio do mundo e o nosso barulho
O sofrimento
Ouvir e pôr em prática
O verdadeiro recolhimento quaresmal
Para conhecer Deus
Pensar e agir
Quando orardes, não useis de muitas palavras  
Quer conhecer a Deus?
Recolhimento e solidão
Renúncia
Salvação: realidade objetiva
Secretos poderes
Seguindo nossa vocação
Setenta vezes sete
Sinais de um chamado
Sinceridade 
Sinceridade, uma questão de amor
Sinceridade: uma última palavra
Sinceridade: Verdade e Amor
Sobre a esperança e as criaturas
Solidão repartida 
Somos o que rezamos 
Temor 
Um só corpo
Uma sabedoria diferente
Vida espiritual
Viver em um verdadeiro contexto humano
Vocação

2 comentários:

José Roldão disse...

Olá!

Tomei a liberdade de copiar o excerto sobre O Silêncio do Mundo e o Nosso Barulho e postá-lo em meu blog Fragmentos de Tempo (http://fragmentosdetempo.wordpress.com/2008/07/23/o-silencio-do-mundo-e-o-nosso-barulho/)

Caso haja algum problema, por favor, avise-me para que eu possa retirar do meu blo, sem qualquer problema!

Salvei aqui o seu, pois gostei muito do seu espaço. Aliás, parabéns pela constância nas postagens e pelo conteúdo! Excelente!

Bons Ventos

José Roldão

SafTM disse...

Ficamos contentes com a inclusão de uma das Reflexões de Thomas Merton em seu blog e agradecemos as palavras de estímulo ao nosso trabalho.